terça-feira, 25 de outubro de 2011

O uso das redes sociais pelo setor imobiliário


Já foi abordado aqui no blog o sucesso que o bom uso da internet vem gerando para as imobiliárias, principalmente nas redes sociais. Mas e você, corretor, faz parte deste “novo mundo”?



As redes sociais vêm sendo, na maioria dos casos, bem exploradas pelas empresas do setor imobiliário, um exemplo disto foi a ação criada pela Gafisa, incorporadora e construtora, em sua fanpage no Facebook, o Edifício Colaborativo. Nesta ação, os usuários do Facebook poderiam entrar na fanpage da Gafisa e deixarem as suas sugestões para construção do prédio. As mesmas seriam avaliadas e, caso fossem possíveis, seriam incorporadas no empreendimento. Este é um exemplo, dentre vários, do que vem sendo realizado pelo setor imobiliário utilizando (explorando e experimentando assim) as redes sociais.


Mas o uso das mídias sociais não deve se limitar às imobiliárias, pois é também um campo de oportunidades para os corretores autônomos e mesmo os radicados em imobiliárias. É uma forma de o profissional manter-se atualizado sobre o que vem sendo feito de novidade neste ramo, além de aumentar o seu networking e também a interação com o seu cliente. Definitivamente não aconselho a tratar as redes como mais uma mídia de anúncios de imóveis, pois quem o fizer vai se "queimar". Cada caso é um caso e devemos planejar baseados no perfil e objetivo de cada situação. No caso das redes sociais na internet, o próprio nome já nos diz tratar-se de uma "rede social", ou seja, o interesse é OBJETIVAMENTE SOCIAL. 

Se você ainda é novo na internet e fica intimidado com o crescimento e avanço das redes sociais, então comece aos poucos.

Aqui vão algumas dicas:

Procure as que mais se encaixem com os seus objetivos. No caso de um objetivo profissional, no qual você queira manter um contato mais próximo com os seus clientes e aumentar o seu networking, crie redes sociais profissionais como o Linkedin, destinada para a divulgação profissional e aumento de contatos em sua área de trabalho, e o Redimob, rede social do ramo imobiliário. Além disto, você pode criar pelo menos um perfil onde se encontra a maioria dos seus clientes, por exemplo, quando você criar um cadastro do seu novo cliente, pergunte se ele tem rede social e tente pegar esta informação também dos clientes antigos, pois você terá uma ideia da rede mais usada por eles.

Depois que você criou os seus perfis online, procure manter postagens atualizadas, faça dos seus murais locais de informação sobre o ramo imobiliário, seja uma referência na área, pois isso fará com que as pessoas o procurem para tirar dúvidas ou até mesmo em busca de um imóvel. Não deixe de completar as informações mais importantes dos seus perfis e não saia adicionando qualquer pessoa apenas pensando nos números, pois você poderá ser visto como uma pessoa inconveniente ou até mesmo as pessoas poderão considerar o seu perfil como um “fake” (perfil falso).

Nos próximos posts terão mais dicas sobre o uso das redes sociais para auxiliar o trabalho do corretor. Enquanto isso deixe a sua opinião sobre o tema. Você já usa as mídias sociais profissionalmente ou ainda se mantém cético? O que você acha da internet em relação ao seu trabalho profissional e o que ela faz para ajudá-lo?

Posts relacionados:
O setor imobiliário na internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário